seg
abr 11th

Dicas sobre podcasts e apresentações ...

Alguns dias atrás fiz uma apresentação sobre empreendedorismo chamada “Empreendedorismo, o pontapé inicial – Como gerar ideias” baseada nos podcast do empreendecast, blog saia do lugar e minhas experiências pessoais. Durante o tempo de pesquisa utilizei algumas ferramentas e uma forma talvez não muito convencional de estudar e expor as ideias que compartilho aqui.

SpeedUp

Keynote

jfcontrol

Evernote


Para estudar, como meu trajeto casa/trabalho e vice-versa não demora menos de uma hora, passei a ouvir podcasts e dentre eles destaco:

Rapaduracast – que fala sobre cinema, mas no episódio #200 eles falam como fazer um podcast, isto me ajudou a ter algumas ideiais;
FalaFreela – trata de dicas para quem é freelancer, mas também é um repositório de ideias e empreendedorismo.
Empreendecast – aborda vários tópicos sobre empreendedorismo, este foi a minha base.

Ferramentas que passei a usar e ou conhecer:

Deixando claro que não fiz uma pesquisa mais ampla para saber quais as plataformas que estas ferramentas atendem pois sou usário de Mac, então tudo que usei e cito aqui foi para Mac e Iphone.

- Para guardar minhas ideias utilizei o Evernote, onde eu podia gravar um audio, incluir uma foto ou digitar um texto tudo no mesmo arquivo, com isto eu ia armazenando pequenos insights diariamente.
- A apresentação foi feita em 20 slides no Keynote, todos os slides eram desenhos, praticamente sem palavras então utilizei o Pixelmator para desenhar e tratar as imagens procurando deixar todas em preto e branco.
- Para apresentar utilizei o Keynote para Iphone, destaque para este pois de qualquer lugar da sala via Wi-Fi consegui mudar meus slides e acompanhar as anotações no próprio Iphone. Também pesquisei um outro chamado JFControl que também é bastante interessante e dá para controlar bastante coisa no Mac remotamente através do Iphone.
- Para ouvir os podcast, como eu não tenho muita paciência em ouvir na velocidade normal, utilizei o SpeedUp Lite assim um podcast de 30 minutos eu ouvia em 20.

Infelizmente a palestra não foi gravada, então acho não faz sentido colocar os slides aqui porque são meros desenhos e sem contexto não tem significado.

dom
jul 11th

Erro ao instalar MySql com Homebrew no MacOS ...

Ao tentar instalar o MySql com Homebrew no meu MacOS Snow Leopard 10.6.4 obtive o seguinte erro:

macos-snow ~  $ brew install mysql
==> Downloading ftp://ftp.cwru.edu/pub/bash/readline-6.0.tar.gz
curl: (7) couldn't connect to host

Este erro pode ocorrer se você re-instalou o seu SO ou está com uma máquina nova porque o MySql depende do bash e o Readline é um componente para edição e histórico da linha de comando por isso o Readline é instalado antes da instalação do MySql.

A solução mais rápida foi editar a fórmula para instalação do Readline em /usr/local/Library/Formula/readline.rb e trocar o endereço ftp://ftp.cwru.edu/pub/bash/readline-6.0.tar.gz por ftp://ftp.gnu.org/pub/gnu/readline/readline-6.0.tar.gz, no meu caso isto aconteceu porque o primeiro endereço não estava respondendo.

class Readline  Formula
  url 'ftp://ftp.cwru.edu/pub/bash/readline-6.0.tar.gz'
  md5 'b7f65a48add447693be6e86f04a63019'
  homepage 'http://tiswww.case.edu/php/chet/readline/rltop.html' 

   ...
OS X provides the BSD Readline library. In order to prevent conflicts when
programs look for libreadline we are defaulting this GNU Readline installation
to keg-only.
   ...

Fica aqui a dica também se você quiser editar fórmulas para instalar com o Homebrew, no diretório /usr/local/Library/Formula/ irá encontrá-las. Para criar novas fórmulas visite Wiki do Homebrew ou leia este post do AkitaOnRails.

Mais informações:
– Bash-4.0 available for FTP
- Use readline instead of libedit

ter
mar 16th

Melhorando o prompt do bash para RVM ...

Esses dias configurei meus sistemas operacionais para usar RVM que serve para gerenciar diferentes instalações do Ruby na mesma máquina.

Para instalar no Snow Leopard segui o tutorial do Akita “Limpando meu Ambiente de Desenvolvimento” e para instalar no Ubuntu segui o post do Barenko “Preparando o Ubuntu para múltiplos ambientes Ruby utilizando RVM” que é mais ou menos uma “tradução” do post do Akita para Ubuntu. Deixei tudo igual com exceção da linha onde tem “/var/lib/gems/1.8/bin/rvm-install” que alterei para

~/rvm-install

Porém como eu uso Git uma coisa que estava me incomodando é que o prompt do Bash em ambos SO não estavam adequados para mostrar a versão da RVM e o branch atual do Git ao mesmo tempo, então fiz algumas e alterações e encontrei algumas “frescuras a mais” para personalizar o prompt.
Substitua a linha que começa com “expost PS1=’….” no arquivo ~/.bashrc (Ubuntu) ou ~/.bash_profile (MacOS) para:

sudo gedit ~/.bashrc
export PS1='\[\033[38m\]\u\[\033[32m\] \w \[\033[1;33m\]`~/.rvm/bin/rvm-prompt i v
`\[\033[0;31m\] `git branch 2> /dev/null | grep -e ^* | sed -E s/^\\\\\*\ \(.+\)$/\(\\\\\1\)\ /
`\[\033[37m\]$\[\033[00m\] '

Com isto o prompt ficará assim

seu_usuario ~/projetos/blog ruby-ree  ( working ) $

Segue uma tabela com as cores existentes, se você quiser deixar a fonte em negrito use 1; ao invés de 0;

"\033[0;32m"
"\033[1;32m"

Cores
corPadrao=”\033[0m”
preto=”\033[0;30m”
vermelho=”\033[0;31m”
verde=”\033[0;32m”
marrom=”\033[0;33m”
azul=”\033[0;34m”
purple=”\033[0;35m”
cyan=”\033[0;36m”
cinzaClaro=”\033[0;37m”
amarelo=”\033[0;33m”
branco=”\033[1;37m”

Aproveitando que este post é sobre RVM, se alguém tiver dificuldades em rodar o script/console dentro de algum ambiente de RVM dá uma olhada neste post que tem uma solução para este problema.

Referências:
Limpando meu Ambiente de Desenvolvimento
Preparando o Ubuntu para múltiplos ambientes ruby utilizando RVM
http://ubuntuforums.org/archive/index.php/t-31247.html
http://www.vivaolinux.com.br/dica/Shell-script-com-texto-colorido