mai
03

Gedit com cara de TextMate ...

Atualizado em: 19/03/2010

Para desenvolver com Ruby on Rails em Linux uma boa alternativa para editores de texto é o Gedit com alguns plugins. Longe de ficar igual ao TextMate, mas digamos que assim dá um “gostinho a mais” para escrever alguns códigos, logicamente o intuito aqui não é mudar a “cara” do Gedit somente, mas sim utilizar algumas ferramentas para tornar mais ágil o desenvolvimento, como atalhos, auto-completar de textos, busca rápida de arquivos dentro do projeto, etc. Existem vários desenvolvedores que estão contribuindo para melhorar o Gedit, então dei uma vasculhada e montei uma configuração interessante para quem está iniciando com Ruby on Rails em Linux.

Estou usando a versão 2.24.2 do Gedit no Ubuntu 8.10 com o tema Mac Graffite.

Plugins instalados por padrão
Vamos começar atualizando os plugins que já estão instalados por padrão.

sudo apt-get install gedit-plugins
  • Bracket Completion (fecha colchetes, aspas, parênteses, etc)
  • Code comment (cria atalho para incluir comentários)
  • Embedded Terminal (abra uma janel com o Terminal dentro do Gedit)
  • File Browser Pane (Exibe um painel com arquivos e pastas)
  • Indent Lines (indentação automática)
  • Modelines
  • Session Saver (grava sessões para armazernar os últimos arquivos)
  • Snippets (atalhos para utilizar pedaços de códigos pré-definidos)

Plugins extras
Como grande parte dos plugins foram desenvolvidos em Python é necessário a instalação de algumas bibliotecas.

sudo apt-get install python-webkit
sudo apt-get install python-pyinotify

Na pasta pessoal /home/seu_nome (digite cd + enter no terminal para isso) clone o projeto Gmate do Alexandre da Silva.

git clone git://github.com/lexrupy/gmate.git

Entre na pasta criada e digite o comando de instalação:

cd gmate
sh install.sh
  • Classbrowser (Painel com as classes)
  • Gemini (semelhante ao Bracket Completion)
  • Quickhighligthmode (visualização em cores para extensões Rails)
  • Rails Extract Partial (extrai pedaços de código para classes parciais)
  • Rails Hotkeys
  • Smart Indent (indentação automática)
  • Text Tools (buscar textos no projeto)
  • TODO List (lista de tarefas customizadas
  • Trailsave ou Save without trailinig space (retira os espaços em branco)
  • Word Completion (completa a palavra a ser digitada)

* Existem mais, consulte a página do projeto Gmate caso queira testar os outros.

Fontes
As mais usadas que vem por padrão são:

  • Bitstream Vera Sans Mono
  • DejaVu Sans Mono

Esta pode ser instalada via apt-get

  • Liberation Mono
sudo apt-get install ttf-liberation

Porém com alguns macetes dá instalar a fonte Monaco quase idêntica a fonte utilizada no TextMate:
Baixe a fonte Monaco para pasta home/nome_usuario
Crie uma nova pasta e mova a fonte para ela:

cd /usr/share/fonts/truetype
sudo mkdir ttf-monaco
cd
sudo mv Monaco_Linux.ttf /usr/share/fonts/truetype/ttf-monaco

Depois vá para o Gedit em >Edit>Preferences>Font & Colors e escolha fonte.

Temas para código
A maioria dos temas para TextMate foram convertidos para Gedit no mesmo projeto do Gmate, então basta acessar no Gedit >Edit>Preferences>Font & Colors> Color Scheme e escolher, eu particulamente estou utlizando a “RailsCasts” nas imagens deste post.

Demais configurações
No Gedit >Edit>Preferences>View>
Tab Stops/Tab width = 2
Automatic indentation/Enable =true

Referências:
Gedit TODO List
Editores de texto Gedit e Emacs
Gedit Formatter
Gedit Extract Partial Plugin
Packages Debian
Git Branch no Gedit
New version of Monaco Font

10 Responses to “Gedit com cara de TextMate”

  1. Olá, A ultima versão git do gmate agora tem uma configuração do Smart Indent, onde podem ser configurados os spacos e tabs por linguagem, inclusive alterar as expressões regulares do smart indent para adicionar/alterar o comportamento.

    e quanto a fonte monaco, da uma conferida aqui que da de dar uma melhorada nela:
    http://blog.siverti.com.br/2008/05/22/fonte-monaco-no-ubuntugedit/

    Best Regards,
    Alexandre

  2. Mauricio Amorim Says:

    Valeu pelas dicas Alexandre!

    Abraços.

  3. Show! Me ajudou! Vlws!!

  4. No Ubuntu 9.10, sudo apt-get install python-webkitgtk não rola. Ao invés disso, use sudo apt-get install python-webkit.

  5. Thanks for this article. Looking forward to next one.

  6. It’s onerous to seek out knowledgeable folks on this subject, however you sound like you know what you’re talking about! Thanks

  7. This is very interesting, You’re a very skilled blogger. I’ve joined your rss feed and look forward to seeking more of your great blog post. Also, I have shared your website in my social networks!

  8. Ashley Scott Says:

    Hey I know this is off topic but I was wondering if you knew of any widgets I could add to my blog that automatically tweet my newest twitter updates. I’ve been looking for a plug-in like this for quite some time and was hoping maybe you would have some experience with something like this. Please let me know if you run into anything. I truly enjoy reading your blog and I look forward to your new updates.Fort Worth Roofing Contractors, 5009 Brentwood Stair Rd., #112-C, Fort Worth, TX 76112 – (214) 306-8080

  9. Actually here is not for this topic, but if you want to have an example here of how to do.
    http://www.personalizaroblogger.com.br/2012/08/widget-com-atualizacoes-do-twitter-em.html

    hugs

Leave a Reply